PEDAGOGIA DA GESTÃO GERENCIALISTA DO CAPITAL: A “PAIDEIA” EMPRESARIAL DO FINAL DO SÉCULO XX E SUA HEGEMONIA IDEOCULTURAL NO SÉCULO XXI

Iael de Souza, Evaldo Piolli

Resumo


O texto analisa os elementos constitutivos da pedagogia gerencialista do capital como uma expressão das formas renovadas do capital gerir seu projeto de dominação. Por um lado, esse projeto se expressa por um conjunto de reformas do aparelho estatal, em complemento a uma política de ajuste neoliberal ou de um neoliberalismo social de terceira via, representado, no campo educacional, pelos modelos de parceria público-privada, com a abertura para atuação das fundações e institutos empresariais. Por outro, esse movimento se expressa por concepção de formação da força de trabalho pela escola, impregnada pela lógica empresarial com o propósito de forjar e inculcar novos valores alinhados aos imperativos do mercado, dos capitalistas e do sistema metabólico do capital. Procuramos demonstrar como que a busca do consenso foi o elemento constitutivo fundamental da nova paideia e da hegemonia empresarial na agenda educacional, pautada pelos imperativos do mercado, da concorrência, da competitividade e pelas renovadas necessidades do capital que demanda um novo perfil de trabalhador.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Iael de Souza, Evaldo Piolli

 

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

ISSN: 2448-0916.

______________________________________________


 

DRJI Indexed Journal