A PATEMIZAÇÃO COMO RECURSO DE PERSUASÃO EM REPORTAGEM PUBLICADA NA FOLHA DE SÃO PAULO REFERENTE À PROFESSORA HELEY

Francisco Herbert da Silva, Demócrito de Oliveira Lins, João Benvindo de Moura

Resumo


Neste artigo, analisamos a patemização e o(s) sujeito(s) da linguagem numa reportagem publicada na Folha de São Paulo, referente à professora Heley. Para a realização da pesquisa, apoiamo-nos em teóricos, como: Charaudeau (2001; 2008), destacando, assim, o pathos e a teoria dos sujeitos da linguagem; Perelman (2014), por discutir acerca da persuasão em construções discursivas, no que tange ao caráter persuasivo da reportagem, visando, principalmente a categoria pathos, utilizada para transformar e conquistar a adesão de seu auditório. A pesquisa é qualitativa e interpretativa, sendo nosso corpus composto por uma reportagem publicada na versão online do jornal Folha de São Paulo, em 07 de outubro de 2017. A análise nos permitiu constatar que as tópicas enunciativas mais recorrentes na reportagem, foram: “a tópica da proteção de desamparados; a superação da morte do filho; a superação da morte do pai; o espírito altruísta e a tópica de certa autoridade moral.

Palavras-chave


Persuasão. Folha de São Paulo. Sujeitos da linguagem. Pathos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Francisco Herbert da Silva, Demócrito de Oliveira Lins, João Benvindo de Moura

 

 

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

ISSN: 2448-0916.

______________________________________________


 

/ // DRJI Indexed Journal / / / /