DIÁLOGO SOBRE O ENSINO DE FILOSOFIA NO ENSINO MÉDIO

José Humberto Ferreira

Resumo


A Tradição filosófica testemunha a relevância do diálogo no movimento do pensamento filosófico. De um lado, é necessária à escuta da produção filosófica na história da filosofia e, do outro lado, paraavançar na produção da criação de novos conceitos filosóficos. O presente artigo tem como principal objeto fomentar uma discussão acerca da importância do ensino de filosofia para estudantes no ensino médio. Os principais autores utilizados que ressaltam a importância do ensino de filosofia para estudantes do Ensino Médio são: Ortega y Gasset(1883-1955) e Sílvio Gallo (nascido em 1963). Para Ortega y Gasset, o ensino de filosofia consiste mesmo em tomar a atividade filosófica mesma, o filosofar mesmo, e submetê-lo radicalmente a uma análise filosófica (1971) com o método em círculos concêntricos. Para Sílvio Gallo, a filosofia é a experiência essencialmente do pensamento, que nos permite equacionar um problema; e a aula de filosofia deverá oportunizar ao estudante a experiência da produção do pensamento conceitual.

Texto completo:

PDF

Referências


ASPIS, Renata Pereira Lima. O Ensino de Filosofia no Ensino Médio como experiência Filosófica. Cad. Cedes, Campinas, vol. 24, n. 64, p. 305-320, set./dez. 2004

BARBOSA, C. L. A. Didática e filosofia no ensino médio: um diálogo possível. Revista Educação da Unisinos, v.12, n.2, p. 11-19, 2008.

DELEUZE, G; GUATTARI, F. O que é a filosofia? São Paulo: Editora 34, 2010.

FRANÇOIS, Zourabichvili. O vocabulário de Deleuze. Tradução André Telles RJ: Ifch-unicamp 2004

GALLO, S. Metodologia do Ensino de Filosofia. Editora: Papirus, 2014.

GASSET, J. O Que é filosofia? Rio de Janeiro: Ibero-Americano, 1971.

GIL, A. C. Como elaborar projeto de pesquisas. 4ª Ed. São Paulo: Atlas, 2009.

KANT, I. Crítica da razão pura. 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1983. (Coleção “Os Pensadores”).GONÇALVES, J. C; SILVA, D.J. Filosofo versus Professor de Filosofia: o ensino de filosofia e a formação de professores filósofos.Revista Saber Acadêmico da Universidade Estadual de São Paulo – UNIESP, n. 11, p. 80-81, jun. 2011.

OBIOLS, G. Uma introdução ao ensino da filosofia. Ijuí: UNIJUÍ, 2002.

PIZZANI, L; SILVA, R. C; BELLO, S. F; HAUASHI, M. C. P. I. A arte da pesquisa bibliográfica na busca do conhecimento.Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Campinas, SP, v. 10, n. 1, p. 53-66, jul./dez. 2012.

RANCIERE, Jacques. O mestre ignorante: Cinco lições sobre a emancipação intelectual.

Belo Horizonte: Autêntica.2002.

SANTANA, L. N. Sentido da filosofia no Ensino Médio: contribuições para a formação do jovem na óptica do professor. Dissertação de Mestrado em Educação. Universidade Católica de Santos, Santos, SP, 2007. Disponível em:


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 José Humberto Ferreira

 

 

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

ISSN: 2448-0916.

______________________________________________


 

/ // DRJI Indexed Journal / / / /