ENFRENTAMENTO À POBREZA NO BRASIL: programas de transferência de renda e particularidade do Programa Bolsa Família

Francisco Rafael de Castro Chaves, Yashmin Michelle Ribeiro de Araujo, Cristiane Maria Marinho

Resumo


A pobreza é uma expressão da “questão social” com raízes gestadas na relação existente entre o capital e o trabalho. Sua ampliação dentro do modo de produção capitalista demarca a opção deste por não superá-la, mas sim garantir sua manutenção ou redução estratégica através do investimento em políticas públicas. No caso brasileiro, o enfrentamento à pobreza tem se dado, entre outras formas, com os programas de transferência de renda, que garantem mínimos sociais aos beneficiários. Entre eles, desde os anos 2000, o Programa Bolsa Família tem ganhado relevância e visibilidade entre os indivíduos e famílias incluídos nos critérios exigidos para o seu acesso. Sendo assim, este trabalho propõe, através de pesquisa bibliográfica e documental, refletir sobre a articulação existente entre o enfrentamento à pobreza em nosso país e os programas de transferência de renda, particularmente, o Programa Bolsa Família. A investigação desenvolvida nos permite concluir pela importância do Programa Bolsa Família, como um programa de transferência de renda, para o enfrentamento à pobreza em nosso país a partir do acesso aos mínimos sociais, porém nos exige ressaltar sobre as limitações na sua operacionalização e os desafios postos para a minimização da desigualdade social numa sociedade como a brasileira, marcada pela injusta distribuição da riqueza socialmente produzida.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Francisco Rafael de Castro Chaves, Yashmin Michelle Ribeiro de Araujo, Cristiane Maria Marinho

 

 

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

ISSN: 2448-0916.

______________________________________________


 

/ // DRJI Indexed Journal / / / /