O “TRABALHO LIVRE” E A LEI GERAL DE ACUMULAÇÃO CAPITALISTA: a formação de uma população supérflua para o capital

Aline de Araújo Martins, Eduardo Ferreira Chagas

Resumo


Este artigo visa analisar a lei geral da acumulação capitalista, expressa no fato de a produção da riqueza social implicar na produção contínua da pobreza, uma vez que a riqueza socialmente produzida é apropriada de forma privada. A partir dessa lei tem-se como consequência tanto o desemprego como o pauperismo, a partir da formação de uma população supérflua para o capital. Para isso, traz uma explanação teórica sobre o trabalho, enfatizando que,na sociabilidade capitalista, todas as funções reprodutivas sociais, inclusive o trabalho, são subordinadas ao capital.

 


Palavras-chave


Trabalho. Capital. Lei Geral de Acumulação Capitalista

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, Os Sentidos do Trabalho: ensaios sobre a afirmação e a negação do trabalho. 6. ed. São Paulo: Boitempo Editorial, 2001.

________. Adeus ao trabalho? Ensaio sobre as metamorfoses do e a centralidade do mundo do trabalho.São Paulo; Cortez; Campinas, SP: Editora da Universidade Estadual de Campinas, 1995.

ANTUNES, Ricardo; ALVES, Giovanni. As mutações no mundo do trabalho na era da mundialização do capital. Educação & Sociedade. Campinas, vol. 25, n. 87, p. 335-351, maio / ago., 2004.

BAUMAN, Zygmunt, 1925. Vidas desperdiçadas. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. – Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

BEHRING, Elaine Rossetti e BOSCHETTI, Ivanete.Polítca Social: fundamento e história. 9ª ed. São Paulo: Cortez, 2011. (Biblioteca Básica de Serviço Social, v. 2).

ENGELS, Friedrich. 1876. Sobre o papel do trabalho na transformação do macaco em homem. Edição soviética de 1952, de acordo com o manuscrito, em alemão. Traduzido do espanhol. Disponível em: http://www.marxists.org/portugues/marx/1876/mes/macaco.htm. Acesso em: 18/07/2017

IAMAMOTO, Marilda Villela e CARVALHO, Raul de. Relações sociais e serviço social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. 41ª. ed. São Paulo: Cortez, 2014.

________. A questão social no capitalismo. In: Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Revista. Ano 2, n.3 (jan/jul.2001). Brasília: ABEPSS, Grafline, 2001.

LESSA, Sérgio. Mundo dos Homens: trabalho e ser social. 1º ed. São Paulo: Boitempo Editoral, 2002.

_________. Serviço social e trabalho: porque o serviço social não é trabalho. Maceió: EDUFAL, 2007

LUKÁCS, György. Para uma ontologia do ser social. Tradução de Néllio Schneider, Ivo Tonet, Ronaldo Vielml Fortes. 1ª ed. São Paulo: Boitempo, 2013.

LUKÁCS, György. As bases ontológicas do pensamento e da atividade do homem. Disponível em: http://www.giovannialves.org/Bases_Luk%E1cs.pdf. Acesso em 18/07/2017

MARANHÃO, Cézar Henrique. Capital e superpopulação relativa: em busca das raízes contemporâneas do desemprego e do pauperismo. In: BEHRING, Elaine Rossetti e ALMEIDA, Maria Helena Tenório (orgs.). Trabalho e seguridade social: percursos e dilemas. 2ª ed. São Paulo: Cortez; Rio de Janeiro: FSS / UERJ, 2010.

MARX, Karl. O capital – crítica da economia política. Livro 3. Volume6. Tradução de Reginaldo Sant`Anna. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008a.

________. O capital: crítica da economia política: livro 1. Tradução de Reginaldo Sant’Anna. 22ª ed. – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

________. Manuscritos econômicos-filosóficos. Boitempo editorial, 2ª reimpressão: março de 2008b.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. Tradução de Paulo Cézar Castanheiras, Sérgio Lessa. 1ª ed. revista. São Paulo: Boitempo, 2011.

NETTO, José Paulo. Economia política: um introdução crítica. José Paulo Netto e Marcelo Braz. – São Paulo: Cortez, 2006.

SANTOS, Josiane Soares. “Questão social”: particularidades no Brasil. São Paulo: Cortez, 2012. (Coleção biblioteca básica de serviço social; v. 6).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Aline de Araújo Martins

 

 

 Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

ISSN: 2448-0916.

______________________________________________


 

/ // DRJI Indexed Journal / / / /